"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos desonestos, nem dos sem-caráter, nem dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons" Martin Luther King

04/11/2011

Flor polivalente



                      Para ver as imagens ampliadas, clique sobre elas com o botão direito do mouse.

               O crochê está entre os meus artesanatos preferidos.
               E, acredito que isto aconteça com todos artesãos, sempre há uma peça básica, polivalente, que acanamos colocando em varias peças diferentes.
               Além do miosótis, esta flor ou rosacea, como eram chamadas as flores estilizadas em manuais antigos de crochê, é a minha favorita.
               Feita em uma cor única ou em duas cores, ela está presente em varias peças que fiz.
               Inclusive, criei uma bolsa para minha filhota porque ela me pediu uma bolsa pequena. Ao contrario de mim, que só uso bolsas medias ou grandes, ela só usa nolsas pequenas.
              E gostou tanto da bolsa, que eu já fiz mais de 6 para ela. Cada vez que uma fica muito gasta, ela já me pede outra.
              Abaixo colocarei as fotos das peças que levam esta rosacea e no final o esquema para fazer a rosacea.
              Depois colocarei um "roteiro" de cada peça, separadamente.




                Esta é a bolsa discretíssima, rsrsrs.
                Esta foi feita com a linha Clea, o que a deixou um pouco maior do que as primeiras que fiz com linha de bordado Rubi Brilhante.
                Faço 3 tiras com 6 flores cada, uno uma tira à outra, fecho as laterais e coloco um forro. A alça é de cordão rabo de rato.
                Já fiz esta bolsa com apenas 2 cores e fica muito bonita. A flor de 2 cores está na primeira imagem.




                 Um dia, há alguns anos, foi mostrada uma foto de uma participante de um reality show em um programa de entrevistas de uma segunda emissora.
                 Minha filha amou a blusa e gravou o programa. E, é claro, ela me pediu para fazer.
                 Como eu nunca sigo esquemas de revistas, eu mesma faço meus esquemas, quebrei a cabeça para fazer a blusa. Mas fiz, não uma ou duas, mas 5 blusas.
                 A foto saiu tremida, mas amei o resultado do trabalho artesanal, rsrsrs.




               Esta foi a segunda criação com as rosaceas: uma saida de praia para a minha filha mais velha, que a usava sempre que vinha me visitar.
               A faixa da cintura é feita com a linha Clea e, depois da faixa pronta, eu faço a blusa e a saia partindo da faixa, usando o barbante Tapetex 8/3. Ou outro barbante fino, o mais fino que eu encontrar.





               E esta é uma regatinha que fiz para minhas 2 filhotas, ainda usando a linha Rubi Brilhante para fazer as rosaceas, o que deixou a barra mais fechadinha e, como um detalhe a mais, 4 rosaceas em cada alça.


               Agora os esquemas.




                Pontos usados: correntinha, ponto alto e ponto baixo.
                O segundo esquema, na verdade é o mesmo esquema, mas onde se pode ver melhor o arremate da faixa. Neste arremate, que inclusive eu faço a base para fazer as blusas e para unir as tiras da bolsa, são usados os pontos correntinha, 6 pontos altos triplos fechados juntos (2 pontos altos triplos em uma flor, 2 entre as 2 flores e mais 2 na flor seguinte, feche juntos).
               Na carreira seguinte só ponto baixo. E na última carreira ponto baixo e ponto picô.



                 
                Agora é só escolher as cores e criar, criar e criar...


Print Friendly and PDF


Nenhum comentário:

Postar um comentário